July 19, 2021

Como a transformação digital está ajudando a reter e contratar talentos em um mercado cada vez mais competitivo

A contratação de profissionais da área de Tecnologia da Informação está cada vez mais difícil. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), até o ano de 2024, o Brasil precisará de 420 mil profissionais de Tecnologia da Informação (TI). A Brasscom alerta ainda que o país forma, aproximadamente, 46 mil profissionais por ano. 

Com estes dados fica claro, que a capacidade de formação de profissionais não será suficiente para suprir todas as posições existentes no mercado de trabalho. 

Além disso, durante a pandemia causada pela Covid-19, as possibilidades se expandiram já que muitas empresas adotaram o home office e liberaram a contratação de profissionais em outras cidades, estados e até mesmo países. 

Tudo isso torna a atração de talentos mais difícil. Com um mercado aquecido e em constante evolução, atualmente, os candidatos não olham apenas o salário e o pacote de benefícios oferecidos, mas sim o que a empresa tem a oferecer em relação a ambiente de trabalho, cultura, flexibilidade e crescimento. 

E o que isso tem a ver com transformação digital? 

Durante as consultorias que tenho feito, venho percebendo que, uma das motivações  mais comuns entre meus clientes para transformação digital têm sido a necessidade de ter um ambiente mais digital, ágil e com tecnologias mais recentes, pois, na hora de contratar ou até mesmo de reter profissionais, isso tem contado e feito muita diferença.

Frases como “O modelo de trabalho de vocês é ágil?”, “O time tem Product Owner e Scrum Master?”, “Vocês utilizam práticas de DevOps?” e “Pós pandemia, continuará o home office?” têm sido constantes durante as entrevistas com os candidatos e candidatas.

Se para a maioria destas perguntas as respostas forem “não”, combinada com uma stack tecnológica antiga, as pessoas preferem buscar uma oportunidade que traga este tipo de cenário citado nos questionamentos acima.

Trabalhar em um ambiente colaborativo, onde as pessoas possam trazer novas ideias e atuar com tecnologia de ponta, têm sido um grande motivador para estes profissionais.

E é com estas dores que executivos de tecnologia cada vez mais tem utilizado a transformação digital como possível forma de endereçar estas questões.

A transformação é organizacional e cultural

Como construir um modelo de trabalho que seja colaborativo, utilize a cultura ágil, práticas de engenharia e gestão de produtos digitais, sem perder a essência da organização, é o que nossos clientes têm buscado.

Onde, antes, empresas que queriam ser ágeis ou digitais para estarem na vanguarda do mercado, hoje nota-se isso como uma necessidade de atrair e reter seus talentos, para aí sim estarem realmente preparados e garantindo vantagem competitiva.

Vocês têm visto este cenário também? Como tem sido isto em sua organização?

 

Postado originalmente em: https://agile.inc/como-a-transformacao-digital-esta-ajudando-a-reter-e-contratar-talentos-em-um-mercado-cada-vez-mais-competitivo/